Bolas de pêlo – Como se formam, Sintomas, Prevenção e Tratamento

Os gatos são extremamente limpos e passam grande parte do dia a lavar-se. É graças a este comportamento que estes animais conseguem manter sempre o pêlo macio e bem cheiroso. Contudo, esta “obsessão” por limpezas típica dos gatos, imensamente apreciada por nós tutores, não traz só vantagens…

O que são e como se formam as bolas de pêlo?

Como consequência desta extrema higiene, estes felinos engolem pêlos e impurezas que podem ser prejudiciais à sua saúde.

Se estes pêlos forem ingeridos em pequena quantidade, normalmente passam para o intestino e são eliminados através das fezes. Mas, por vezes os pêlos vão-se acumulando no estômago e formam aquilo que conhecemos como “bolas de pêlo“.

Quais as consequências das bolas de pêlo?

Devido ao grande tamanho das bolas de pêlo, estas não transitam para o intestino e permanecem no trato digestivo.

Como sintomas das bolas de pêlo poderemos observar:

Vómitos para tentar expulsar os pêlos;
Obstrução;
Mal-estar e enjoos;
Diarreia;
Perda de apetite;

Como prevenir/tratar as bolas de pêlo?

Podemos ajudar os nossos peludinhos de forma a evitar a formação de bolas de pêlo, garantindo assim uma melhor qualidade de vida para eles? A resposta é sim. De seguida vamos dar algumas dicas.

1 – Escovar o pêlo regularmente

Luva para escovar e remover pêlos.
Compre aqui.

Escovar o pêlo de forma adequada garante a eliminação dos pêlos soltos. Quanto mais pêlos eliminar durante a escovação, menor quantidade será ingerida pelo seu gato. Assim, é de extrema importância contribuirmos para a higiene do nosso felino, escovando-o diariamente, quer tenha pêlo curto ou comprido.

2 – Pasta de Malte

A paste de malte é constituída por uma mistura de malte e óleos vegetais que vão atuar como “lubrificante” das incómodas bolas de pêlo, facilitando a sua passagem para o intestino e posterior eliminação através das fezes.

Caso o seu gato não goste do sabor da pasta de malte, poderá colocar uma pequena quantidade na patinha, que ele automaticamente vai lamber e engolir.

Pasta de malte. Disponível aqui.

3 – Erva-gateira

Erva gateira pronta a semear.
Encontre aqui.

Ingerir erva gateira é um comportamento instintivo característico dos gatos. Na natureza, estes felinos ingerem erva para ajudar a digerir (ou expelir através do vómito) as partes mais indigestas das suas presas.
Lá em casa, podemos semear esta erva num pequeno vaso pois esta irá ajudar a digerir bolas de pêlo regulando assim o trânsito intestinal. Leia aqui todos os benefícios da erva para gatos.

4 – Alimentação rica em fibra

Se o seu gato sofre com o excesso de bolas de pêlo, provavelmente será uma boa opção escolher uma ração apropriada para este problema. Esta alimentação é rica em fibra que ajuda a “empurrar” as bolas de pêlo em direção ao intestino para serem expulsas através das fezes.

5 – Desparasitação em dia

Encontre aqui anti-parasitários para gatos.

Pulgas e outros parasitas fazem com que o gato se coce e se lamba mais, ingerindo, consequentemente, uma maior quantidade de pêlos.

É de extrema importância que desparasite o seu animal de estimação com regularidade para evitar este e outros problemas.

6 – Hidratação adequada

Por último, mas não menos importante, garantir uma ingestão suficiente de água é fundamental para o bom funcionamento do trato digestivo. Para além disso, um nível de hidratação adequado vai contribuir para a saúde da pele e do pêlo, evitando que este caia tanto. Espalhe várias taças de água fresca pela casa para incentivar o seu felino a beber mais ou opte por uma fonte.

É importante mencionar que, se reparar que o seu felino está a lavar-se excessivamente ou que o pêlo cai de forma mais intensa que o costume, não hesite em consultar um veterinário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *