O novo coronavírus e os animais de companhia – Tudo o que precisa de saber

Devido à dimensão da pandemia causada pelo Covid-19 e da escassa informação sobre este novo tema, é comum surgir a dúvida relacionada com a possibilidade de os nossos animais de estimação poderem ou não ser afetados por esta doença.

Para manter os nossos leitores bem informados, a Gataria reuniu diversos dados e conselhos sobre este assunto:

Onde surgiu o Covid-19 e como passou para os humanos?

Ainda não se tem a certeza da origem deste novo vírus nem como foi transmitido para os humanos. Uma possibilidade que ainda está a ser estudada é a de ter sido transmitido através de um animal exótico chamado Pangolim, uma vez que foi encontrado nestes animais, um vírus muito idêntico ao que está a causar este surto. Os morcegos são também suspeitos desta transmissão.

Acontece que na China é comum haverem mercados ilegais que vendem este tipo de animais exóticos quer para fins medicinais quer para alimentação. Estes mercados criam condições ideais para que os vírus sofram mutações e se propaguem para outras espécies, incluindo humanos.

A grande questão agora é: Se de facto este vírus surgiu em animais e passou para os humanos, será que é possível passar dos humanos para os animais?

O novo coronavírus pode afetar animais de companhia?

De acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde), não há evidências de que cães ou gatos possam adoecer com este vírus, nem que possam infetar outros animais ou humanos.

E o caso do cão em Hong Kong?

No final de fevereiro de 2020, em Hong Kong, foram testadas amostras nasais e orais de um cão cujo dono tinha sido previamente diagnosticado com Covid-19. O animal não apresentava nenhum sintoma, mas os resultados do teste deram “fraco-positivo”. O que significa isto? Significa que apenas foram detetados pequenos fragmentos do genoma deste vírus. Ou seja, não foram encontrados genomas intactos e, por isso, chegou-se à conclusão de que não havia possibilidade de contágio.

Que cuidados posso ter para proteger o meu animal de parasitas?

Há uma diversidade grande de parasitas que trazemos para casa (principalmente no calçado e nas mãos) que podem prejudicar a saúde destes animais.

Assim, há algumas atitudes que podemos ter para protegê-los, durante todo o ano:

Lavar bem as mãos antes e depois de tocarmos nos nossos animais ou de manusearmos os seus alimentos;
Não andar com os sapatos de rua dentro de casa;
Se o seu gato/cão sai à rua lave-lhe as patas quando chega a casa;
✓ Desparasite interna e externamente o seu animal de acordo com a frequência aconselhada pelo veterinário.

A verdade é que ainda se sabe muito pouco sobre o novo coronavírus e, apesar de não haver evidências de que os humanos possam transmitir este novo vírus a animais de companhia e vice-versa, a OMS recomenda que pessoas infetadas ou suspeitas evitem estar próximas dos seus animais de estimação e usem máscara, tal como fariam convivendo com pessoas.

Siga todas estas recomendações e proteja-se a si e aos outros evitando multidões. Só com a ajuda de todos iremos ultrapassar este cenário. Aproveite os próximos dias para passar mais tempo com os seus animais, brincar e fortalecer laços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *