9 sons emitidos por gatos e o seu significado

A seguir às aves, os gatos são os animais domésticos que conseguem emitir uma maior variedade de vocalizações. Contudo, nós humanos, por vezes temos uma enorme dificuldade em decifrar o que é que o nosso animal quer comunicar. Por isso, a Gataria vai dar uma ajudinha. Estima-se que existam cerca de 100 diferentes tipos de sons e misturas de sons que estes felinos conseguem emitir. Seguem-se os mais frequentes:

1 – Miar (Meowing)

O “miau” é sem dúvida o som mais conhecido dos gatos.

Quando são bebés miam com muito mais frequência do que quando são adultos pois nascem com os sentidos da audição e visão ainda pouco desenvolvidos e, por isso, usam o miar para chamar a mãe.

Gatos adultos raramente miam para outros gatos. Geralmente quando miam, é para comunicar com humanos. Para perceber o que é que um gato nos quer transmitir quando mia temos de observar a sua postura corporal e o local onde ele está. Habitualmente miam ou porque querem comida, ou aceder a um certo compartimento da casa que está fechado, ou simplesmente para pedirem miminhos. Genericamente, quanto mais alto miam, mais urgente é o pedido de atenção.

Ocasionalmente, um gato pode miar porque sente alguma dor ou solidão e quer alertar os humanos para que o ajudem.

2 – Ronronar (Purring)

O ronronar é talvez o som mais fascinante que os gatos emitem. Caracteriza-se por ser rítmico e baixo.

Na maioria das vezes, os gatos ronronam quando estão felizes, satisfeitos e confortáveis (por exemplo, quando estão a comer, a receber carinhos ou, no caso dos bebés, a mamar).

Por vezes também utilizam este som para se acalmar em momentos de stress ou quando estão doentes.

As mães gatas costumam ronronar para acalmar os seus filhotes ou para guiá-los em direção a um determinado local enquanto o sentido da visão ainda não está completamente desenvolvido.

3 – Trilar (Trilling)

Este som é uma mistura entre o miar e o ronronar e é frequentemente usado por gatas para comunicarem com os seus filhotes.
 
Gatos adultos quando emitem este som para um humano, significa que estão a cumprimentá-lo. Este é um comportamento amigável e positivo.

4 – Tagarelar (Chattering/Chirping)

Este som caracteriza-se por ser vibratório e é acompanhado pelo movimento da mandíbula.

Normalmente estes ruídos são emitidos pelo gato quando este vê uma presa (por exemplo uma mosca ou um pássaro) que não conseguem alcançar por estar demasiado alto ou simplesmente porque tem a janela a impedir a passagem.

Esta vocalização transmite excitação e/ou frustração.

5 – Uivar (Yowling)

Este som faz lembrar um miar mas mais prolongado. Transmite preocupação, desconforto ou problemas de acasalamento.
 
É normalmente produzido de gato para gato, ou quando quer acasalar ou quando não quer que o outro se aproxime.
 
Este ruído também é comum quando um gato muda de casa ou quando quer transmitir que está aborrecido ou com alguma dor. Se o seu gato emite este som regularmente, experimente dar-lhe mais atenção e brincar mais tempo com ele. Preencha o seu ambiente com brinquedos para que se possa entreter na ausência dos donos. Se esta vocalização continuar, leve o seu animal ao veterinário.

6 – Rosnar (Growling)

Um gato rosna quando não está a gostar de algo. Quando rosnam querem dizer “Afasta-te antes que eu tenha de usar as minhas garras“.

Contudo, se o seu gato rosnar com frequência, sem que ninguém lhe faça nada, aconselhamos a consultar um veterinário já que eles podem emitir este som quando sentem dor intensa.

7 – Bufar (Hissing)

Este som é transmitido pelos gatos quando se sentem ameaçados ou chateados. Geralmente vem a seguir ao som anterior (rosnar). Normalmente é acompanhado por uma postura agressiva incluindo as costas arqueadas, pêlo eriçado, boca aberta e orelhas para trás. Se o seu gato adotar esta postura o melhor é afastar-se e tentar eliminar a causa deste comportamento.

8 – Gritar (Screaming)

Geralmente estes pequenos felinos gritam quando estão zangados ou com medo, por isso é que este som ocorre frequentemente durante as lutas entre gatos. 

Quando estão doentes e sentem dor intensa também podem gritar. Nesta situação consulte o veterinário o mais rapidamente possível.

9 – Sons sexuais (Heat sounds)

Este som é emitido por gatos/gatas não castrados(as), na altura do cio, com o intuito de chamar a atenção do sexo oposto. Enquanto acasalam também podem produzir esta vocalização.

Portanto, uma das vantagens da castração é, naturalmente, acabar com estes ruídos e, consequentemente, deixar os vizinhos dormir.

E o seu gato já emitiu todos estes sons? Qual o mais frequente? Conte-nos num comentário.

Escrito por: Sofia Tavares (Bióloga especializada em comportamento animal)

10 thoughts on “9 sons emitidos por gatos e o seu significado

  1. Leonor Oliveira comentou:

    Adorei o artigo. Os meus gatos emitiram a maioria destes sons.
    O artigo vai ajudar-me bastante a entender o que querem meus gatinhos, quando tentam comunicar comigo através destes diferentes sons.
    Obrigada

    • Lucilia comentou:

      Olá! Esse artigo foi o mais completo e interessante sobre sons felinos que encontrei! Amei! Tenho uma gatinha de 3 meses!❤️

    • Aline Kock De Oliveira comentou:

      Olá
      Tenho 4 felinos
      uma fêmea e três machos (2 são castrados) de uns tempos pra cá a fêmea (mimi) começou a Bufar para os demais felinos da casa
      O que fazer ?
      Ela é uma gata anti social,tento dar carinho mas ela não deixa sempre foi assim desde bebê
      Os demais são super carinhosos
      Só dorme na minha cama
      Ou vivem colados em mim

  2. Alex colasso comentou:

    Muito interessante, obrigado por partilhar esse conhecimento que pode nos ajudar em alguma situação com nosso bichanos!

  3. Priscilla Lima Pfutze comentou:

    Minha gata teve filhotes. Ele está com uns 5 meses , ainda mama .
    Mas faz uns 3 dias que na madrugada o filhote começa a rosnar pra mãe com as orelhas pra trás e as costas arqueadas… E a mãe mia de volta e tenta chegar perto abaixando.
    Eles chegaram a brigar . Porém mais o gatinho que fez um escândalo de madrugada.
    E depois que eu peguei ele .ele se acalmou .. a gata procurou ele é deu de mamar.
    Agora não entendi nada.
    Isso aconteceu já 3 vezes só durante a madrugada.

  4. Priscilla Lima Pfutze comentou:

    Detalhe… Eles ficam juntos o dia todo. Comem juntos brincam .
    Ela amamenta ele.
    Lambe ele. Eles dorme junto.
    Mas do nada de madrugada eu acordo com o Gatinho rosnando para a mãe dele e ela miando tentando chegar perto dele.

  5. Gal comentou:

    Adorei o artigo. Muito completo e elucidativo.
    Ao ouvir estes diferentes miados fez-me sentir alguma saudade dos vários bichanos que já tive, principalmente aqueles que eram muito “palradores”…
    Agora tenho uma gata surda e não sei se por isso ou se devido à raça da mesma, não tem um “léxico” tão alargado de miados quanto os outros gatos que tive.
    Esta gatinha mia muito baixinho para pedir comida ou por volta das 6 h da manhã quando lhe apetece ir ao quintal passear.
    É muito madrugadora. De resto rosna um pouco quando a levo a cortar as unhas. Mas não passa destes “avisos”, nunca mordeu nem arranhou….. Também não gosta que lhe cortem o pelo 🙂
    Obrigada Gataria! 🤗😘🐈

  6. Sandra comentou:

    Artigo mto explícito Obg.
    Tenho uma gata com 3 anos e estou a pensar em adotar um gatinho bebé… Alguma recomendação?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *