Gatos e Crianças – Dicas para uma adaptação de sucesso

Para alguns pais, a ideia de juntar gatos com bebés ou crianças é absolutamente natural. Para outros, é algo assustador que por vezes acaba tristemente em abandono do animal. E, infelizmente ainda há muitas famílias que o fazem. A Gataria reuniu aqui alguns factos, dúvidas comuns e dicas importantes que todos deveríamos saber.

1 – Aprender os benefícios

Está provado que a convivência entre uma criança e o seu animal de estimação traz diversas vantagens: desenvolve sentimentos de compaixão/empatia pelos seres vivos,  estimula o sentido de responsabilidade e torna-a mais sociável. Para qualquer criança, em especial para um filho único, um gato pode trazer imensa companhia e fazer surgir uma amizade para a vida. Estudos demonstram também que as crianças que crescem com gatos são menos propensas a desenvolver alergias.

2 – Preparar o gato para a nova rotina

Este tópico é para aqueles que já têm um gato e querem introduzir um bebé na família.
No sentido de não perturbar as necessidades básicas do seu gato, certifique-se de que os seus pertences (como água, comida, cama, brinquedos e caixa de areia) estão afastados do movimento atarefado das rotinas de cuidado do bebé. 
Outra dica interessante é, antes do novo membro da família chegar, ir reproduzindo todos os dias sons de bebés que encontra facilmente no youtube. Isto ajudará o seu felino a familiarizar-se com estes ruídos e a adaptar-se a eles com antecedência.
Quando o bebé já estiver cá fora, experimente primeiramente dar a cheirar ao seu gato uma peça de roupa ou um cobertor que tenha estado em contacto com o pequeno e só depois apresentá-los pessoalmente.

3 – Supervisionar nos primeiros tempos

Algumas crianças mais novinhas, por vezes sem intenção, tendem a amedrontar um gato puxando a cauda, agarrando as patas ou apertando-o. Os gatos normalmente têm mais paciência com as crianças, talvez por serem baixas. Mesmo assim, se o seu filho tem este tipo de comportamento deve repreendê-lo. É por isso que no sentido de evitá-los, convém, inicialmente, supervisionar qualquer interação entre o gato e a criança.

-28%

4 – Criar sítios altos para o seu gato poder descansar

As crianças, principalmente quando começam a gatinhar/andar tendem a ficar demasiado excitadas ao ver um ser tão peludo, pequeno e fofinho e, por vezes, podem tornar-se um pouco chatas (do ponto de vista de um gato). Sítios altos que estejam fora do alcance de crianças são ideais para o seu gato poder descansar à vontade e recarregar energias.

5 – Permitir que o seu gato se esconda

De repente aparecer um ser pequenino que faz muito barulho e cheira estranhamente pode ser, nos primeiros tempos, um pouco stressante para o seu gato que está habituado a sossego. Se ele se esconde é porque quer estar sozinho. É algo perfeitamente normal que com o tempo passa. Por isso dê-lhe espaço e ensine a criança a respeitá-lo também.

6 – Ensinar desde cedo a lidar com um gato

Na visão de uma criança, um gato pode parecer um brinquedo de peluche ambulante. Por isso é extremamente importante ensiná-la de que não se trata de um brinquedo, mas sim de um animal. E, como tal, tem sentimentos, sente dor, medo e, é claro, amor. Assim, é essencial ajudar uma criança a interpretar a linguagem corporal do seu gato. Por exemplo, quando está satisfeito podemos perceber sinais como ronronar, dar “turrinhas”, querer brincar. Por outro lado, quando não está para aí virado, há que reparar em sinais como afastamento, cauda eriçada, rosnar ou pôr as garras de fora. Se isto acontecer ensine o seu filho a respeitar o espaço do animal.

E, por último, dê bons exemplos ao seu filho. Se uma criança vê os adultos a tratarem um gato com carinho, de certeza que vai querer imitar esse comportamento. Não caia no erro de ralhar ou bater num gato quando este faz alguma asneira pois se a criança vê irá pensar que também pode reagir da mesma maneira.

Conhece mais alguma dica importante? Deixe-nos um comentário e conte-nos a sua história.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *